Pantanal sustentável é centro de discussões em evento nesse fim de semana na Uems de Aquidauana

Categoria: Geral | Publicado: quarta-feira, junho 26, 2024 as 10:55 | Voltar

Pesquisadores, gestores públicos, ativistas, estudantes, empreendedores e moradores da região interessados no assunto terão dois dias de muita interação, simpósios, palestras, oficinas, seminários, atividades práticas e apresentações artísticas, tendo como tema o Pantanal e alternativas sustentáveis para o bioma. A feira de tecnologia Pantanal TECHMS acontecerá no Campus da Uems (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul) de Aquidauana, nesta sexta-feira (28) e sábado (29).

O evento é realizado pelo Governo do Estado e Uems, com participação de diversas instituições públicas e empresas privadas e apoio dos cursos de Graduação e de Pós-graduação (Mestrado e Doutorado) em Agronomia, Engenharia Florestal e Zootecnia da Uems de Aquidauana. A intenção é trazer inovação e tecnologia para a região pantaneira, com exposições, demonstrações técnicas, vitrines tecnológicas, painéis empresariais, conferências e palestras sobre temas importantes para quem produz na região.

As atividades começam às 8h e se estendem até as 18h em ambos os dias, e durante a noite haverá apresentações artísticas e culturais. Na noite da sexta-feira o cantor Gabriel Sater se apresenta em um palco que tem ao fundo o morro do Paxixi, seguido do Trio Violada. No sábado haverá a Noite Temática Pantaneira.

O secretário Jaime Verruck e representantes da Semadesc e dos órgãos vinculados participam de diversas atividades nos dois dias do evento. O gerente das Unidades de Conservação do Imasul (Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul), Leonardo Tostes Palma, é um dos palestrantes da Roda de Conversa “Ferramentas inovadoras em Gestão de Áreas Protegidas no Pantanal”, na manhã de sexta-feira. Já o secretário executivo de Meio Ambiente da Semadesc, Artur Falcette, abre a série de palestras da Conferência Sustentabilidade Ambiental, na parte da tarde, e em seguida o assessor de Logística da secretaria, Lúcio Lagemann, discorre sobre a rota bioceânica no Encontro Estadual de Ecossistemas de Inovação.

No sábado (29), o diretor presidente do Imasul, André Borges, participa do Painel Temático: Território Organizado e Sustentabilidade do Pantanal, que acontece na parte da tarde. Ele falará sobre Unidades de Conservação do Pantanal, contribuições para a neutralização de carbono em Mato Grosso do Sul. Paralelamente a esse evento acontece outro Painel Temático, sobre Ações do Comitê Interinstitucional de Prevenção e Combate aos Incêndios Florestais de Mato Grosso do Sul, que entre outros assuntos abordará as tecnologias empregadas no MIF (manejo integrado do fogo) e atividades do Imasul junto ao bioma Pantanal. Esse painel será mediado pelo tenente coronel bombeiro Leonardo Rodrigues Congro, assessor Bombeiro Militar da Semadesc e presidente do Comitê Interinstitucional de Prevenção e Combate aos Incêndios Florestais de Mato Grosso do Sul.

Outros três painéis, na parte da tarde, terão palestrantes da Semadesc. O secretário Jaime Verruck fala sobre desafios e oportunidades para o Pantanal na Rota Bioceânica. Já no painel Práticas Conservacionistas de Uso e Ocupação de Solos no Pantanal, o secretário executivo de Desenvolvimento Econômico Sustentável, Rogério Beretta, detalhará o Plano Estadual de Manejo e Conservação do Solo (Prosolo); e o secretário executivo de Meio Ambiente, Artur Falcette, apresenta o último painel do evento, com o tema: Lei do Pantanal e pagamento por serviços ambientais em Mato Grosso do Sul.

Uma equipe do Imasul realizará atendimento no local aos produtores rurais que precisem regularizar o CAR (Cadastro Ambiental Rural) dos seus imóveis. O atendimento consiste em fornecer orientações técnicas e análises das informações inseridas no sistema.

O Pantanal Tech MS trabalha no Eixo estratégico “Desenvolvimento sustentável do Pantanal”, que abrange Agricultura Familiar, Agroindústria, Agronegócio, Agropecuária Sustentável, Economia Criativa, Empreendedorismo, Geração de Renda, Inclusão Produtiva, Inovação, Sustentabilidade e Turismo. Também busca inserir dentro do contexto do bioma, oportunidades e desafios da Rota Bioceânica, além de buscar inserir o Pantanal na temática da COP 30, observando os desafios da Agenda 2030 e os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável da ONU (ODS).

Texto: João Prestes

Confira abaixo a programação completa do evento:

 

Publicado por: João Prestes

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.